segunda-feira, junho 17, 2024

Polícia Civil prende dupla por tentativa de homicídio ocorrida em bar do bairro Coroado

0
Compartilhamentos
1
Visualizações


05 de jun de 2024 | 14:41

Crime ocorreu na madrugada do dia 4 de fevereiro deste ano. Foto: ( Erlon Rodrigues/PC-AM.)

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP), prendeu nesta quarta-feira (05/06) dois indivíduos, de 20 e 24 anos, pela tentativa de homicídio qualificado de um homem de 26 anos. O crime ocorreu na madrugada do dia 4 de fevereiro deste ano, por volta das 5h, em um bar no bairro Coroado, zona leste da capital amazonense.

Conforme o delegado Marcos Arruda, titular do 11° DIP, as equipes policiais tomaram conhecimento do fato logo após o crime. Imediatamente, as diligências em torno do ocorrido iniciaram com a finalidade de coletar o maior número de provas possíveis e solucionar o caso. Nesta quarta-feira (05/06), foi possível chegar à localização dos autores e cumprir as ordens judiciais expedidas em seus nomes.

“Houve uma discussão entre os autores e a vítima; em seguida, a dupla saiu do local. Porém, eles retornaram armados com facas e partiram para cima da vítima, agredindo-o de todas as formas, tanto com as armas brancas como com golpes físicos. Tudo isso ocorreu em razão de uma conversa mal resolvida devido ao consumo de bebidas alcoólicas”, disse o delegado.

Ainda de acordo com a autoridade policial, a partir desse momento, o homem que provocou a vítima pegou uma garrafa e avançou em sua direção para atingi-la, fazendo com que ela se defendesse com seu antebraço esquerdo e, imediatamente, desferisse um soco contra seu agressor, fazendo-o cair e quebrar a garrafa.

“Os suspeitos foram interrogados, acompanhados de seu advogado, e confessaram a prática do crime. Em seguida, a autoridade policial solicitou a prisão preventiva dos agressores. O Ministério Público emitiu parecer favorável, resultando na expedição dos mandados de prisão”, finalizou.

Procedimentos

A dupla responderá por tentativa de homicídio qualificado. Eles passarão por audiência de custódia e ficarão à disposição da Justiça.

  

VejaNotícias