segunda-feira, junho 17, 2024

PMAM prende homem com veículo de placa adulterada em Manaus

0
Compartilhamentos
3
Visualizações


23 de maio de 2024 | 16:53

Com o suspeito foram encontrados dois aparelhos celulares e um simulacro (Foto: Divulgação PMAM)

Na manhã desta quinta-feira (25/05), a Polícia Militar do Amazonas (PMAM), por meio da 21ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), prendeu em flagrante um homem, de 36 anos, pelos crimes de roubo e adulteração de placa de veículo automotor. A ação ocorreu com o apoio do sistema Oráculo, na zona oeste de Manaus.

A equipe policial estava em patrulhamento de rotina, por volta das 10h, quando recebeu informações, via sistema de monitoramento de câmeras, o “Paredão“, de que um veículo de placa adulterada estava efetuando roubos, enquanto trafegava nas proximidades do Centro de Manaus.

Os policiais militares, juntamente com outra equipe, cercaram a área e, ao visualizaram o veículo na rua São Paulo, bairro Vila da Prata, tentaram prosseguir com os roubos, mas ao perceber a presença dos PMs, o condutor fugiu.

O suspeito foi alcançado e abordado na rua A, bairro São Jorge. Ao realizarem a verificação, foi constatado a adulteração do veículo, além de encontrarem dois aparelhos celulares, sendo que um deles possibilitou o contato com a vítima, e um simulacro de pistola.

O homem e o material apreendido foram encaminhados ao 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Sobre o “Paredão”

O Paredão faz parte do programa Amazonas Mais Seguro, coordenado pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). O sistema de monitoramento de câmeras possui tecnologia capaz de auxiliar na prevenção, investigação e solução de crimes como roubos, furtos e homicídios. Além da recuperação de veículos, o sistema tem auxiliado em investigações que já resultaram na desarticulação de bandos criminosos e na apreensão de drogas.

Denúncia

A Polícia Militar do Amazonas orienta a população que informe imediatamente ao tomar conhecimento de qualquer ação criminosa, por meio do disque denúncia 181 ou pelo 190. A identidade do denunciante será mantida em sigilo.

  

VejaNotícias